seg. maio 20th, 2024

Tribunal do Júri de Cuiabá Julgará Soldado da Polícia Militar de Mato Grosso por Assassinato e Outros Crimes

By Redação mar19,2024

Nesta terça-feira (19), o soldado da Polícia Militar de Mato Grosso, Ítalo José de Souza Santos, enfrentará julgamento no Tribunal do Júri de Cuiabá pelo crime cometido contra Sergio Barbosa Nunes em 2016 na capital. Este não é o único crime pelo qual Ítalo foi denunciado; ele também é acusado de outros assassinatos, um em 2016 e outro em 2012, supostamente motivados por vingança pela morte de seu cunhado.

Em março de 2016, Ítalo foi preso por ter assassinado Danirlei Gonçalves da Silva no bairro 1º de Março, em um ataque cometido junto com mais duas pessoas. O homicídio ocorreu enquanto o grupo chegava em um veículo Gol branco. Ítalo e um comparsa desceram do carro e abriram fogo contra membros da família que estavam reunidos na frente da casa. Danirlei, tentando escapar, foi alvejado com 8 tiros, 4 na cabeça e 4 nas costas, todos disparados pelas costas.

Investigações apontam que Ítalo havia ameaçado a família anteriormente, prometendo matar todos os irmãos. Além do crime contra Danirlei, Ítalo foi denunciado também pelo assassinato de Sergio e agora enfrenta o julgamento pelo ocorrido com Sergio.

Além desses casos, em 2012, a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) investigou outro homicídio praticado pelo mesmo policial, desta vez contra o irmão de Danirlei. No primeiro homicídio, ocorrido em julho de 2012, a vítima Rodrigo Gonçalves da Silva, de 24 anos, foi morta com 7 tiros de pistola no bairro 1º de Março. O motivo do crime seria vingança, relacionada ao fato de Rodrigo ter matado o cunhado de Ítalo. O policial chegou a ser preso em 2014 por este crime, em um bar.

O julgamento de Ítalo, junto com Rafael Augusto de Miranda Viana, pelo homicídio de Rodrigo, também está marcado para o próximo dia 24 de abril.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *