seg. maio 20th, 2024

Usando nome falso, traficante que matou cônsul da Argentina é preso pela PF em MT após 29 anos

By Redação abr1,2024

A Polícia Federal (PF) prendeu, na manhã desta segunda-feira (1) em Rondonópolis, um homem de 57 anos considerado foragido da justiça de 2018. O mandado de prisão cumprido, expedido pela 4ª Vara da Justiça Federal de Foz do Iguaçu/PR, foi pelo crime de tráfico de drogas. Mas, o que chama a atenção, é a ficha criminosa do detido.

Envolvido com outras atividades criminosas, o foragido integrava quadrilha que realizava assaltos a turistas no Paraná. O homem já havia sido condenado a 29 anos de prisão pelo assassinato de um Cônsul da Argentina, no dia 29 de janeiro de 1995, que estava de férias no Brasil à época. Também participou da rebelião ocorrida na PCE (Penitenciária Central do Estado), na região metropolitana de Curitiba/PR nos anos 2000.

Após cumprir parte da pena nas penitenciárias dos estados de Paraná e Rondônia, onde participou de motins, rebeliões e fugas, passou a viver com nome falso em Rondonópolis e, até a data de hoje, estava levando uma vida normal com o novo CPF.

Após o cumprimento do mandado e demais formalidades legais, o preso foi levado a Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa, conhecida como Mata Grande, onde ficará à disposição da Justiça Federal.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *