seg. maio 20th, 2024

Fluminense vence LDU e é campeão da Recopa Sul-Americana

By Redação mar1,2024

Impulsionado por um Maracanã lotado, com uma torcida que apoiou do início ao fim, o Fluminense derrotou a LDU-EQU e conquistou a Conmebol Recopa 2024.

No duelo que colocou frente a frente os vencedores da Libertadores e da Sul-Americana 2023, o Time de Guerreiros levou a melhor em uma noite histórica nesta quinta-feira (29/02). A vitória por 2 a 0 garantiu mais um título para a extensa galeria de glórias do clube tantas vezes campeão. Coube a Jhon Arias o papel de herói da noite, com os dois gols que sacramentaram a conquista inédita.

O Fluminense, agora campeão da Libertadores e da Recopa, volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Botafogo às 16h, no Maracanã, em clássico válido pela 11ª rodada da Taça Guanabara. O time comandado pelo técnico Fernando Diniz já tem assegurada uma vaga nas semifinais do Campeonato Carioca.

PRIMEIRO TEMPO

O Fluminense iniciou a partida com controle total das ações do jogo. Após chegadas ao ataque que não terminaram em finalizações, a primeira grande chance de perigo foi criada aos 10 minutos. Ganso cruzou na área, a defesa tentou afastar e a bola sobrou com Martinelli à queima roupa com o goleiro, que conseguiu salvar. Aos 14, após novo lançamento na área, a bola sobrou para Keno pela esquerda e o atacante tentou o chute colocado, mas a bola acabou desviada no meio do caminho.

Aos 24 minutos, o Tricolor rondou a grande área e chegou a mais uma finalização, desta vez com André, que mandou por cima. Aos 29, Arias cruzou e Ganso cabeceou próximo ao travessão. Na sequência, rente à linha de fundo, Germán Cano mandou uma bomba na direção do gol e o goleiro espalmou. Aos 37, Ganso voltou a aparecer ao buscar o ângulo em chute da entrada da área, mas o goleiro conseguiu a defesa. Aos 39, Samuel Xavier mandou rasteiro para o meio da área e Cano dominou e bateu para nova defesa do goleiro.

SEGUNDO TEMPO

Aos 5 minutos da segunda etapa, Samuel Xavier cruzou, John Kennedy, que havia acabado de entrar, cabeceou firme e a bola subiu demais. Aos 7, o camisa 9 voltou a levar perigo em chute cruzado que balançou a rede pelo lado de fora. Aos 10, Martinelli achou Keno com espaço pela esquerda. O atacante mandou na área e John Kennedy apareceu novamente para desviar de cabeça, mas mandou para fora. Aos 15, Ganso encontrou Arias livre na área e o colombiano teve o chute bloqueado.

O Tricolor seguiu pressionando e aos 23 minutos, Marcelo lançou a bola na área, Douglas Costa rolou para o meio e Renato Augusto chegou batendo por cima do gol. Aos 24, Martinelli arriscou de fora da área e a bola saiu pela linha de fundo. Aos 31, Samuel Xavier conseguiu cruzamento perfeito para Arias, que subiu alto e, de cabeça, estufou a rede e abriu o placar. Aos 38, Douglas Costa cruzou e Cano desviou para fora. Aos 41, Renato Augusto foi derrubado na área e o pênalti assinalado. Aos 44, Arias foi o responsável pela cobrança, marcou o gol do título e fez o Maracanã explodir em festa.

FICHA TÉCNICA
Conmebol Recopa Sul-Americana – Final (Jogo de volta)
29/02/2024, 21h30 – Maracanã

Fluminense (2)
Fábio; Samuel Xavier (Guga), Thiago Santos, Felipe Melo (John Kennedy) e Diogo Barbosa (Marcelo); André, Martinelli e PH Ganso (Renato Augusto); Jhon Arias, Keno (Douglas Costa) e Germán Cano. Técnico: Fernando Diniz.

LDU-EQU (0)
Alexander Dominguez; Quintero, Ricardo Adé, Richard Mina e Quiñónez; Zambrano (Estrada), Valverde (Villamíl), Sebastián González (Alzugaray); Piovi, Hurtado (Alex Harce) e Estupiñan (Jhojan Julio). Técnico: Adrián Gabbarini

Gols: Jhon Arias (31’ 2T) (44’ 2T) (FLU)

Cartões amarelos: Thiago Santos (FLU); Quintero, Jhojan Julio (LDU)

Cartões vermelhos: John Kennedy, Diogo Barbosa e Samuel Xavier (FLU)

Arbitragem: Facundo Tello (ARG), auxiliado por Ezequiel Brailovsky (ARG) e Gabriel Chade (ARG)

Fonte: Esportes

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *