sex. maio 24th, 2024

Petit, do Cuiabá, é o quarto técnico do Brasileirão que foi à Copa do Mundo como jogador

By Redação maio4,2024

Renato Gaúcho, Gabriel Milito, Petit e Rogério Ceni; Copa do Mundo no currículo antes de migrarem para nova função

Com o anúncio de Petit como novo treinador do Cuiabá, o treinador português se junta a Rogério Ceni, Renato Gaúcho e Gabriel Milito como treinadores do Brasileirão que já jogaram a Copa do Mundo. Por isso, oTorcedores relembra o desempenho dos treinadores na maior competição do esporte.

Petit

O meio-campista representou a seleção portuguesa nas Copas do Mundo de 2002 e 2006. Entre os técnicos, é o que mais tem minutos em copas, com 650. Na edição de 2002, jogou os três jogos da fase de grupos, mas foi eliminado após duas derrotas contra Estados Unidos e Coreia do Sul e uma vitória sobre a Polônia. Já em 2006, Portugal chegou ao quarto lugar da Copa do Mundo na Alemanha. Porém, a disputa por posição foi maior. Felipão tinha Petit, Tiago Mendes, Maniche e Costinha como opções para a volância e decidiu por um revezamento entre os quatro. Mesmo quando não era o titular, Petit entrava no meio dos jogos. Após a fase de grupos contra Angola, Irã e México, os lusos passaram por Holanda nas oitavas e Inglaterra nos pênaltis, mas caíram para a França na semifinal. Na disputa do terceiro lugar, perderam de 3 a 1 para a Alemanha com influência de Petit, que fez um gol contra.

Rogério Ceni

Assim como Petit, o goleiro brasileiro também tem duas Copas do Mundo no currículo, mas com uma diferença: Rogério Ceni é o único nome da lista que foi campeão do mundo. Porém, por ter sido o goleiro reserva nas duas ocasiões, teve apenas 8 minutos em campo na competição. Em 2006, no último jogo da primeira fase, Parreira chamou Ceni do banco e o substituiu por Dida assim que Ronaldo fez o quarto gol da vitória por 4 a 1 contra o Japão.

Renato Gaúcho

Renato Gaúcho tem uma Copa do Mundo no currículo: na edição de 1990, disputada na Itália, não teve oportunidade em nenhum dos jogos da fase de grupos. Nas oitavas de final, Sebastião Lazaroni decidiu colocar Renato no lugar de Alemão faltando 7 minutos para acabar o jogo. O Brasil foi eliminado pela Argentina com um gol de Claudio Caniggia.

Gabriel Milito 

Defendendo a albiceleste, Milito estava no elenco que participou da Copa do Mundo de 2006. Após ficar os dois primeiros jogos da fase de grupos no banco, José Néstor Pekerman decidiu utilizar o zagueiro que defendia o Real Zaragoza contra a Holanda. Apesar de ter jogado os 90 minutos do empate em 0 a 0, o titular Gabriel Heinze voltou ao posto até o final da competição.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *