Servidores Celebram Nota A na Divulgação Contábil e Fiscal de Mato Grosso

By Redação jun28,2024

Mato Grosso alcançou recentemente uma conquista significativa na área contábil e fiscal ao obter a “Nota A” na avaliação da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), órgão vinculado ao Ministério da Economia. Este reconhecimento reflete a qualidade das informações contábeis e fiscais do estado, fruto do trabalho árduo e da dedicação dos servidores da Área Meio do Poder Executivo.

Nos últimos três anos, Mato Grosso progrediu consistentemente em sua classificação: de uma nota C em 2020, para B em 2021 e 2022, culminando na nota máxima em 2023. Essa ascensão ao topo deve-se à implementação e verificação rigorosa das informações no sistema contábil e fiscal, conduzida por profissionais das Secretarias de Estado.

Estratégias de Sucesso

A certificação é resultado de um processo contínuo de identificação e correção de problemas, bem como do engajamento dos profissionais responsáveis pela execução e análise das informações fiscais e contábeis. Rafael Vicenti Júnior, analista da Coordenadoria de Planejamento e Gestão de Sistema Contábil da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), destaca que a precisão das informações sobre receita, despesa e registros patrimoniais foi fundamental para este sucesso.

“A conquista da Nota A é um reflexo direto do nosso empenho em identificar problemas e implementar correções eficazes. Desenvolvemos várias regras para aperfeiçoar o sistema contábil e fiscal, criando verificações anuais que asseguram a exatidão das ações governamentais registradas,” afirmou Rafael.

Avaliação Rigorosa

A STN avalia os estados em quatro eixos principais: gestão da informação, informações contábeis, informações fiscais e consistência entre estas informações. No total, 171 itens são verificados para garantir a conformidade e a qualidade dos dados enviados ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi).

Essa qualidade da informação é essencial não apenas para a tomada de decisões pelos gestores, mas também para a transparência da gestão pública e para o suporte a pesquisas científicas. Antônio Wagner Oliveira, presidente do Sindicato dos Profissionais da Área Meio do Poder Executivo (Sinpaig), enalteceu o trabalho dos profissionais envolvidos. “Nossos dedicados profissionais são fundamentais para o sucesso do estado na obtenção da nota máxima. Esta certificação demonstra excelência e expertise, garantindo que nossos dados sejam precisos e confiáveis,” afirmou.

A Força dos Profissionais da Área Meio

Atualmente, Mato Grosso conta com 836 analistas administrativos nas áreas de Contabilidade, Direito, Administração, Economia e Tecnologia da Informação, além de 383 técnicos administrativos. Esses profissionais desempenham papéis cruciais nas Secretarias de Fazenda (Sefaz), Planejamento (Seplag) e Segurança Pública (Sesp), atuando em áreas estratégicas que asseguram a eficácia e a integridade das finanças do estado.

A conquista da “Nota A” na divulgação contábil e fiscal é uma prova do comprometimento e da competência dos servidores de Mato Grosso, e serve como exemplo de boas práticas na administração pública. Com esse reconhecimento, o estado se posiciona como um modelo de excelência em gestão financeira e transparência.

Related Post